terça-feira, 15 de agosto de 2017

POLICIAL FEMININA DE FOLGA DESARMA BANDIDO DE ALTA PERICULOSIDADE E EVITANDO ROUBO NO DEL LAGO



POLICIAL FEMININA DE FOLGA


Por Ferreira Santos/jornalista.
reporteremacao@gmail.com




 Preso  por uma policial militar. Homem com diversas passagens pela policia usa imagem de palhaço tatuada na perna.






Seria um crime de roubo como centenas praticados por foras da Lei no DF, contra comerciantes e pessoas de bem. A maioria dos que comentem crimes no DF, tem passagens pela justiça, ou seja, já foram presos pela Policia Militar ou Civil. Nesse caso no meio da ação do bandido, de alta periculosidade, com passagens pela policia e com tatuagem de palhaço em uma das pernas (referencia conhecida no meio policial, como matador de policia), surgiu uma policial militar, que mesmo de folga e desarmada impediu, que o crime se concretizasse. A policial entrou em lutar corporal com o bandido, tomando-lhe a arma, e usou para neutralizar o acusado com um tiro no pê do ladrão, literalmente. O fato ocorreu no Mercado Feirão Populares, na quadra 35, lotes 2/3 no Del Lago, Itapuã área da 6ª Delegacia de Policia Civil sábado, 12/8 por volta das 13h10 ficou registrado como roubo tentado com emprego de arma de fogo.




A policial militar subtenente Angelica lotada no 24º BPM do Lago Norte e Varjão,  caminhava perto  do local onde ocorria o roubo. A policial notou uma aglomeração e gritos de populares, que estavam dentro do mercado. A subtenente se aproximou e avistou um homem de arma em punho, um revolver calibre 38, anunciando o roubo e apontando a arma para os caixas do mercado. 

A policial apesar de sozinha e desarmada, não pensou muito para agir, começou ou tentou dialogar com o bandido, deu-se iniciou uma via de fatos, em seguida a policial entrou em lutar corporal com o marginal conseguindo tomar a arma do bandido, que avançou contra a policial na tentativa de agredi-la. A subtenente efetuou um disparo com a arma do acusado em defesa própria e de terceiros agindo em estrito cumprimento do dever legal. A policial realizou um único disparo com a arma alvejando o acusado no pé neutralizando a ação em seguida realizou a prisão em flagrante do homem. Duas equipes do 20º BPM chegaram ao local, equipe composta pelo sargento Márcio e soldado Leonardo do prefixo, 2728, e equipe composta pelos sargentos Cicero, Martinez e Yuri.

Na 6ª Delegacia Policial constatou que o acusado tem uma extensa ficha criminal com passagens por crimes de homicídio, tentativa de homicídio, roubos, porte ilegal de arma de fogo e diversas passagens pela Delegacia da Criança e do Adolescente. Por culpa das fragilidades das Leis, esse bandido estava nas ruas assim como tantos outros, por pouco não provoca uma tragédia contra a vida de pessoas inocentes. Se não fosse ação da subtenente Angelica, que colou a própria vida em risco diante de um bandido de alto periculosidade, em defesa da sociedade as coisas poderiam ter evoluídas  para uma tragedia contra inocentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário